Início Algoritmos 06 – Criando o Primeiro Algoritmo

06 – Criando o Primeiro Algoritmo

1378
5
COMPARTILHAR

*** NOTA: Assista às videoaulas deste curso em: http://cursos.guiatech.net ***

Bem, os conhecimentos que adquirimos até aqui já nos permitem escrever nossos primeiros algoritmos.

Como dito em nossas lições anteriores, um algoritmo pode ser expresso por meio de nossa linguagem corrente (no nosso caso, o português), fluxogramas ou de uma pseudolinguagem de programação.

Em nosso curso, utilizaremos o Portugol como pseudolinguagem para desenvolver nossos algoritmos.

Tenha em mente que, assim como qualquer outra linguagem humana, o portugol tem sua própria sintaxe e semântica: aprender a programar é como aprender a falar uma nova língua!

Você aprende as estruturas básicas e o significado de algumas palavras antes de começar a expressar suas IDEIAS e PENSAMENTOS naquele novo idioma.

Estrutura básica de um algoritmo em portugol

Para começarmos a criar nossos primeiros algoritmos, precisamos saber qual é a estrutura básica, presente no mais simples ou no mais complexo algoritmo.

Um algoritmo escrito em portugol  possui três divisões básicas:

  • Seção em que você digita um nome para seu algoritmo;
  • Seção de declaração de variáveis;
  • Seção em que você digita o algoritmo propriamente dito.

*** Clique na estrutura abaixo para ampliá-la! ***

A mesma estrutura acima:

Exemplo: Escrever um algoritmo para calcular a soma de dois número inteiros quaisquer.

 Em linguagem comum:

 Em portugol:

 Explicando cada linha do algoritmo em portugol…

  • Linha 1: Nesta linha, damos o nome “soma” ao nosso algoritmo.
  • Linha 2: A palavra reservada var indica o início da seção de declaração das variáveis.
  • Linha 3: Declaramos uma variável chamada numero1, indicando que seu tipo é inteiro.
  • Linha 4: Declaramos uma variável chamada numero2, indicando que seu tipo é inteiro.
  • Linha 5: Declaramos uma variável chamada soma, indicando que seu tipo também é inteiro.
  • Linha 6: A palavra reservada inicio indica a seção na qual são escritas as instruções que fazem parte de nosso algoritmo.
  • Linha 7: A instrução leia(numero1) executa a leitura do primeiro número digitado na entrada de dados padrão, que neste caso é o teclado. Após a leitura, o número é armazenado no espaço de memória reservado para a variável numero1.
  • Linha 8: A instrução leia(numero2) executa a leitura do segundo número digitado na entrada de dados padrão, que neste caso também é o teclado. Após a leitura, o número é armazenado no espaço de memória reservado para a variável numero2.
  • Linhas 9 e 11: Habitue-se a utilizar espaços em branco e tabulações para deixar seus algoritmos mais legíveis e elegantes. Espaços em branco e marcas de tabulações são ignorados quando executamos nossos algoritmos.
  • Linha 10: Nessa linha, observe dois detalhes importantes: primeiro, a presença do operador “<-“, chamado de operador de atribuição; segundo, a sequência de execução dessa linha é da direita para a esquerda: a soma das variáveis numero1 e numero2 é executada e, em seguida, o resultado é armazenado (atribuído) na variável soma.
  • Linha 11: A instrução escreva(soma) exibe o conteúdo da variável soma no dispositivo de saída padrão do sistema: no nosso caso, o monitor de vídeo.
  • Linha 13: A palavra reservada fimalgoritmo indica o fim da execução do nosso algoritmo.
[themify_box style=”light-yellow highlight” ]

O importante no momento não é a linguagem em si, mas a construção de um pensamento lógico e estruturado para criar algoritmos eficazes.

Entenda: o foco deve estar na lógica de programação utilizada para escrever algoritmos!

A linguagem utilizada é apenas uma ferramenta. 😉

[/themify_box]

Exemplo: Uma imobiliária necessita frequentemente calcular a área de terrenos. Escreva um algoritmo para executar essa tarefa.

Esse exemplo é bem simples. Sabemos que:

área = comprimento x largura

Algoritmo:
 Portugol:
Observe que a fórmula área = comprimento x largura é escrita como area <- comprimento * largura.

Exemplo: Escrever um algoritmo que calcule a área de um triângulo.

Sabemos que a área do triângulo é:

(area = frac{base times altura}{2})

Em portugol, essa fórmula fica assim:

area <- (base * altura) / 2

 Portugol:

5 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here